IRIS FM
91.4 FM
Mundo

​Investidores estrangeiros reforçam confiança na economia chinesa

Os dados publicados hoje (11) pelo Ministério do Comércio da China mostram que no primeiro semestre deste ano, o investimento estrangeiro no país aumentou 7,2% em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando 478,33 bilhões de yuans. No contexto da subida do risco econômico mundial e da desaceleração do crescimento do investimento direto estrangeiro (IDE), o investimento estrangeiro continuou a crescer na China, refletindo a confiança internacional na economia chinesa.

Conforme os dados, o investimento estrangeiro apresentou duas características evidentes nos primeiros seis meses na China. A primeira é que mudou os segmentos baixos na cadeia industrial para os high-end. A utilização de investimento estrangeiro na indústria manufatureira de alta tecnologia do país aumentou 44,3%. O crescimento da indústria manufatureira de alta tecnologia cresceu 13,4%, e o do setor de serviços de alta tecnologia, 71,1%. A segunda característica é que os principais países investidores na China se mantêm os mesmos. O IDE da Coreia do sul, do Japão, da Alemanha e da UE aumentaram respetivamente 63,8%, 13,4%, 81,3% e 22,5%.

Como um importante indicador para observar o dinamismo econômico de um país, o aumento do IDE reflete que a economia chinesa manterá a resiliência e tem uma boa perspectiva. Um relatório do Banco Mundial publicado em junho baixou as expectativas do crescimento econômico mundial para este e para o próximo ano, porém, não alterou a expectativa da China. Segundo o relatório, a economia do país asiático é capaz de enfrentar com êxito desafios externos.

Atualmente, a China está ampliando sua abertura econômica e melhorando o cenário de negócios, isso tira as preocupações das empresas estrangeiras na China. As medidas como baixar o imposto aduaneiro, reduzir a lista negativa sobre o acesso ao investimento estrangeiro do mercado, promulgar a Lei sobre o Investimento Estrangeiro, entre outras reforçaram a determinação dos investidores de desenvolver-se na China. Neste ano, Tesla, Exxon Mobil Corp, Procter&Gamble, The BASF, LG Chem e outras empresas reforçaram sua presença na China. A linha de produção de Mac Pro da Apple também planeja mudar dos EUA para a China.

A economia chinesa em transformação ao desenvolvimento de alta qualidade trará grandes oportunidades de crescimento aos investidores estrangeiros. Todos que almejarem desenvolver em conjunto com a economia chinesa obteram maiores benefícios com o processo de aprofundamento da reforma e ampliação da abertura econômica da China.

Tradução: Florbela Guo

Revisão: Luciana Isabor