IRIS FM
91.4 FM
Desporto

Joni Brandão emerge do nevoeiro e vence etapa rainha

Joni Brandão (Efapel) ganhou a quarta etapa da Volta a Portugal Edição Especial Jogos Santa Casa, uma ligação de 148 quilómetros entre a Guarda e a Torre, na qual Amaro Antunes, amparado pela W52-FC Porto, segurou com autoridade a Camisola Amarela.

A subida de 20,2 quilómetros, entre a Covilhã e a Torre, foi palco de múltiplos ataques da Efapel, que lançou, à vez, António Carvalho e Joni Brandão. João Rodrigues respondeu a todas as escaramuças, comandando o grupo dos favoritos até ao último quilómetro, não dando margem à concorrência para acreditar que seria possível fazer a diferença.

Quem ainda chegou a sonhar foi Cristián Rodríguez (Caja Rural-Seguros RGA), integrante da fuga do dia, atacou no sopé da serra e pedalou em solitário até perto do quilómetro final, onde o vento forte, o frio, o nevoeiro e o ritmo do grupo dos favoritos derrotaram o homem da equipa espanhola.

Nos derradeiros mil metros, com condições meteorológicas muito adversas, assistiu-se a alguns ataques de Luís Fernandes e João Benta (Rádio Popular-Boavista) e até de Frederico Figueiredo (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel). Mas foi a ofensiva de Joni Brandão com a meta à vista – força de expressão, porque o nevoeiro não deixava enxergar – que decidiu a etapa.

O chefe-de-fila da Efapel cortou a meta ao fim de 4h19m02s de prova (média de 34,281 km/h), 3 segundos menos do que Frederico Figueiredo, Amaro Antunes e Gustavo César Veloso.

classificacao-etapa-4

OLIVEIRA DO HOSPITAL / ÁGUEDA – 176,3 km
02/10/2020 – Sexta-feira