IRIS FM
91.4 FM
Desporto

Oier Lazkano troca as voltas aos sprinters e ganha em Viseu

O basco Oier Lazkano (Caja Rural-Seguros RGA) ganhou isolado, a terceira etapa da Volta a Portugal Edição Especial Jogos Santa Casa, uma ligação de 171,9 quilómetros, entre Felgueiras e Viseu, teoricamente ao jeito dos velocistas. Amaro Antunes (W52-FC Porto) mantém a Camisola Amarela Jogos Santa Casa.

 

Foi uma etapa espectacular, parecendo uma clássica, com permanentes ataques, sempre com resposta do pelotão até estarem cumpridos dois terços da viagem. Inicialmente, as movimentações visaram as classificações da regularidade e da montanha. Tiveram sucesso a Kelly-Simoldes-UDO, que deixou Luís Gomes com a Camisola Vermelha Cofidis, e a Rádio Popular-Boavista, que reforçou a posição como da Camisola Branca e Vermelha Fidelidade, símbolo de melhor trepador.

Passadas as subidas, com um pelotão já fragmentado pelas ofensivas e movimentações, Oier Lazkano, já envolvido noutras escaramuças nesta jornada, atacou para mais de 40 quilómetros em solitário.

A organização nunca foi muita no pelotão, onde se sucediam as tentativas de fuga, impedindo uma perseguição metódica e elevando a vantagem do corredor da Caja Rural para mais de 3 minutos. Quando as equipas dos sprinters “acordaram” já era tarde e Oier Lazkano pôde celebrar a primeira vitória como profissional, ao cabo de 4h13m15s de etapa. O britânico Daniel McLay (Team Arkéa Samsic) encabeçou o pelotão, a 13 segundos, diante do venezuelano Leangel Linarez (Miranda-Mortágua).

ClassEtapa3