IRIS FM
91.4 FM
Mundo

Meta para redução de emissões elevada para 55% até 2030 na UE

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Ursula von der Leyen, anunciou esta quarta-feira, no seu primeiro discurso sobre o Estado da União, uma nova meta comunitária para redução de emissões poluentes, que passa a ser de 55% até 2030. No documento que vai apresentar na quinta-feira, Von der Leyen considera que a resposta económica sem precedentes da Europa à crise da Covid-19 é “uma oportunidade única para acelerar a transição para uma economia neutra para o clima”. Von der Leyen garante que a pandemia só acelerou a estratégia. No início de 2021, os planos devem ser impulsionados em força, apontou ainda a líder europeia.

A presidente da Comissão Europeia admite que o aumento de 40 para 55% da queda de emissões carbónicas pode ser exigente, mas acredita que a indústria necessita de tais objetivos e que grande parte até a deseja. “Se os outros seguirem a nossa liderança, o mundo conseguirá manter a subida de temperaturas nos 1,5ºC.” Classificando este como um “objetivo ambicioso, alcançável e também benéfico para a Europa”, Ursula von der Leyen afirmou que a União Europeia (UE) “já demonstrou” que consegue chegar a tais reduções.