IRIS FM
91.4 FM
Mundo

Convidados franceses conhecem o romantismo chinês em Shanghai

Após assumir o cargo, o presidente da França, Emmanuel Macron, disse que gostaria de visitar a China uma vez por ano. Desta vez, ele visitou a metrópole de Shanghai e conheceu o romantismo chinês.

Na recepção de boas-vindas da 2ª Exposição Internacional de Importação da China (CIIE, sigla em inglês) na sua primeira noite em Shanghai, Macron conversou com outros líderes estrangeiros sobre a abertura promovida pela China por meio da exposição. Pelas janelas, eles puderam ver a cidade de Shanghai, que experimenta mudanças a cada dia, e em sua frente, estão as oportunidades criadas pelo desenvolvimento chinês.

Segundo analistas, nesta visita à China, o presidente francês teve uma atitude clara em relação a dois assuntos: promover a abertura e a globalização e aprofundar a amizade com a China.

Em 5 de novembro, o presidente da China, Xi Jinping, e outros líderes estrangeiros, incluindo Macron, participaram da cerimônia de abertura da 2ª Exposição Internacional de Importação da China e visitaram juntos os pavilhões de exibição.

Ao mesmo tempo, as primeiras-damas da China e da França, Peng Liyuan e Brigitte Macron, visitaram a escola secundária subordinada à Universidade de Estudos Internacionais de Shanghai, conhecendo a situação geral da escola e seu intercâmbio internacional, além de visitar os cursos de artesanato tradicional chinês e biologia.

Na noite do mesmo dia, as duas famílias reuniram-se no Jardim Yu, que tem uma história de mais de 400 anos. Lá, os convidados franceses não apenas experimentaram pratos tradicionais chineses, mas também admiraram a beleza do jardim.

tradução: Shi Liang

revisão: Erasto Santos