Santarém: Arguidos de tráfico de pessoas conhecem hoje sentença

Os 19 arguidos (12 pessoas e sete empresas) acusados de tráfico de humanos para exploração laboral que estão a ser julgados desde Abril de 2017 pelo Tribunal de Santarém conhecem hoje a decisão do coletivo de juízas. Nas alegações finais, realizadas em Outubro último, o Ministério Público considerou que, ao longo do julgamento, ficaram provadas as acusações de ameaça e agressão a um trabalhador e de tráfico de seres humanos para exploração laboral na agricultura, pedindo que os arguidos sejam condenados por tantos crimes quanto as pessoas ofendidas.

O processo teve origem numa operação realizada no final de Julho de 2015 pela Unidade Nacional Contra o Terrorismo da Polícia Judiciária e que começou com a detenção de oito pessoas numa empresa em Almeirim, que estiveram em prisão preventiva até Novembro de 2016.

Citando depoimentos, das vítimas e de testemunhas ouvidas em audiência, e transcrições de escutas telefónicas, a procuradora descreveu os “locais degradados e sem condições” em que os trabalhadores recrutados, sobretudo em países asiáticos, viviam, as situações de fome, o trabalho, por vezes perigoso — como a apanha de pinhas em altura sem qualquer equipamento de proteção -, as ameaças e os insultos.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*