Destaques País Regional

Ex-Presidente do Cartaxo e Assessor de António Costa apresenta a demissão após condenação

Foto: Diário de Notícias

O Assessor de António Costa, Pedro Magalhães Ribeiro foi presidente durante oito anos da Câmara do Cartaxo, tendo perdido as últimas eleições autárquicas, em 2021, para o PSD.

Pedro Magalhães Ribeiro foi condenado por violar deveres de neutralidade e imparcialidade, num caso em que utilizou os canais de comunicação da Câmara Municipal do Cartaxo, da qual era presidente, para fazer campanha eleitoral, em 2021. Aliás, este caso foi para a justiça após ter sido feito uma queixa para a Comissão Nacional de Eleições.

«Pedro Magalhães Ribeiro afirmou que o julgamento incidiu num comunicado à imprensa, “um texto de nove parágrafos”, dando conta do resultado de uma reunião realizada em 16 de agosto de 2021 com a então ministra da Saúde, Marta Temido, em que, “segundo a interpretação da senhora juíza, há duas ou três expressões que podem ser entendidas como campanha eleitoral”», diz o Diário de Notícias.

O ex-presidente do Cartaxo exonerou o seu cargo como Assessor de António Costa e vai recorrer à sentença.

Partihar