País

Sindicato Independente dos Médicos considera que novo Estatuto do SNS é “uma fuga para a frente”

O Sindicato Independente dos Médicos considerou que o novo Estatuto do SNS é “uma fuga para a frente”, afirmando que os problemas do Serviço Nacional de Saúde não resultam de “falta de leis”, mas de investimento.

Jorge Roque da Cunha, secretário-geral do Sindicato, lembrou que os cortes da ‘troika’ e as cativações do antigo ministro das Finanças Mário Centeno, fizeram com que “a situação do SNS chegasse onde chegou” por falta de investimento em equipamentos, em locais de trabalho e em salários dos médicos.

Partihar

NO AR
91.4 FM
COM IRIS FM

%d bloggers like this: