País

Infarmed regista mais de 20 mil reações adversas às vacinas contra a covid-19

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) registou 22.927 reações adversas às vacinas contra a covid-19 em Portugal, das quais 7.285 consideradas graves, o que representa um caso por cada 1.000 vacinas administradas, segundo dados divulgados esta quarta-feira. Entre as reações adversas consideradas graves, contam-se 127 casos de morte entre pessoas com uma mediana de idade de 77 anos.

A maior parte das reações adversas (11.802) são referentes à vacina da Pfizer/BioNtech, seguindo-se a da AstraZeneca, com 6.234, a da Moderna, com 2.870, e a da Janssen, com 1.900 casos. O Infarmed sublinha, contudo, que estes dados “não permitem a comparação dos perfis de segurança entre vacinas”.

Partihar

Uma Rádio Uma Região

Uma Rádio - Uma Região
A CARREGAR
Uma Região

Uma Rádio

HÀ MANHAS ASSIM Graça Silva

ÚLTIMAS MÚSICAS

VITOR SILVA - LAGARTIXA
LAGARTIXA VITOR SILVA
10:27
OQUESTRADA - SWEET OL COUNTRY
SWEET OL COUNTRY OQUESTRADA
10:21
VITORINO - MENINA ESTAS A JANELA
MENINA ESTAS A JANELA VITORINO
10:18
MIGUEL GAMEIRO - O TEU NOME
O TEU NOME MIGUEL GAMEIRO
09:54
WANDO - VOCÊ É LUZ
VOCÊ É LUZ WANDO
09:24
XAILE - AI LINDA
AI LINDA XAILE
09:16
YOLA SEMEDO - VOCÊ ME ABANA
VOCÊ ME ABANA YOLA SEMEDO
09:09