IRIS FM
91.4 FM
Regional

MOA lança petição para retirar amianto do aterro de Azambuja

O Movimento de Oposição ao Aterro de Azambuja lançou uma petição pública para reivindicar a retirada do amianto do aterro existente na vila, acusando a empresa gestora da infra-estrutura de violar a lei. Recorde-se que os moradores reivindicam há mais de um ano o encerramento daquele aterro, situado no Centro de Tratamento de Resíduos Não Perigosos de Azambuja, uma infra-estrutura gerida pela empresa Triaza. Margarida Dotti, do Movimento, explicou à IRISFM que o objectivo desta petição é exigir “a retirada de todo o amianto depositado na célula n.º11 do aterro”.

 

 

O presidente da Câmara Municipal de Azambuja, Luís de Sousa, já tinha manifestado publicamente estar do lado dos moradores. Em fevereiro deste ano a Câmara decidiu não autorizar o alargamento do aterro enquanto não estiverem resolvidos em tribunal processos interpostos, quer pelaTriaza, quer pela população.