IRIS FM
91.4 FM
País

Três suspeitos de tráfico de pessoas em Santarém ficaram em prisão preventiva

Os três cidadãos estrangeiros suspeitos de tráfico de pessoas e de auxílio à emigração ilegal, detidos na quarta-feira na zona de Santarém, no âmbito da operação ‘Lezíria’,  ficaram sujeitos à medida de coação mais gravosa, prisão preventiva, informou esta sexta-feira o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

A operação do SEF teve como principal objetivo “o desmantelamento de uma rede de tráfico de seres humanos e crimes conexos”, com a introdução de trabalhadores estrangeiros, alguns em situação irregular, em explorações agrícolas no Ribatejo.

Além das três detenções, recorda a autoridade responsável, foram cumpridos 40 mandados de busca e apreensão, com a apreensão de vários meios informáticos, viaturas, diversa prova documental da prática dos crimes identificados e uma avultada quantia de dinheiro.

No decorrer da operação ‘Lezíria’, delegada no SEF pelo Ministério Público de Santarém e que decorreu ao longo de um ano, foram identificados cerca de 140 trabalhadores estrangeiros, de origem indostânica, sendo que cerca de 10 foram sinalizados como vítimas do crime de tráfico de pessoas. De acordo com o SEF, estes trabalhadores estavam, na sua maioria, “sujeitos a condições degradantes de trabalho, alojamento e salubridade”.

No total, participaram na operação  120 operacionais do SEF.