IRIS FM
91.4 FM
Economia

Fecho da base da Ryanair em Faro não afecta acessibilidade ao Algarve

O fecho da base da Ryanair em Faro em janeiro de 2020, não vai pôr em causa a acessibilidade à região, disse à agência Lusa o presidente do Turismo do Algarve, João Fernandes.

O  presidente do Turismo do Algarve disse que, a confirmar-se esta informação, a acessibilidade à região não vai ser afectada, uma vez que a operação da companhia aérea vai ser mantida. O que irá acontecer é um reajustamento das rotas, para que a tripulação da Ryanair não tenha de pernoitar em Faro, como acontece actualmente, mas “não está em causa a operação”. “Há no entanto a lamentar a perda de emprego qualificado na região”, salientou , esclarecendo que há cerca de 100 trabalhadores da Ryanair fixados em Faro na altura do inverno e mais de 200 durante o verão.