Estatuto Editorial

Estatuto Editorial

As potencialidades do concelho de Benavente, o desenvolvimento sócio-cultural acompanhado de um aumento demográfico permanente criaram as novas necessidades entre as quais a de uma informação plural e isenta.

Porque Samora Correia, de entre as freguesias do concelho, é a que apresenta índices mais elevados de crescimento em todas as vertentes e porque a sua localização em relação ás restantes freguesias é a que apresenta melhor equidistância, foi escolhida para a implantação da estação emissora IRIS FM.

A Iris Fm – Serviço de Informação Regional e Independente propõe-se satisfazer uma lacuna existente garantido por meio de radiodifusão sonora independência total de partidos políticos e autarquias de modo a informar com probidade e clareza, prestando um serviço à região em que está inserida.

Promoverá a divulgação de factos concretos, informando séria, independente e desapaixonadamente.

Promoverá os autênticos valores do país e em particular da região.

Promoverá a utilização de formas de expressão que não envolvam ataques pessoais ou campanhas difamatórias sejam a que pretexto for.

Promoverá a defesa de todos os direitos humanos e sociais dos cidadãos e de todas as classe sem excepção, não privilegiando nenhuma.

Promoverá o respeito pelas ideias políticas e religiosas de todos os cidadãos.

A difusão de artigos de fundo, de crítica e opinião serão da inteira responsabilidade dos autores, mas terão obrigatoriamente de ser visados pela direcção da estação emissora.

Assim, neste mundo onde a afirmação de independência parece ser representada, servindo para encobrir intenções inconfessadas e a demagogia põe em risco a existência da verdade, a IRIS FM está no concelho de Benavente para servir, recusando rótulos ou carimbos, desinteressadamente, para sempre.

Samora Correia, 01 Janeiro de 1986