Trabalhadoras da TGI prolongam vigilância por 10 dias

As trabalhadoras da TGI-Têxtil Gramax Internacional, antiga Triumph, que estão desde a última sexta-feira à porta da empresa em protesto e vigília às instalações, vão prolongar esta acção de protesto por mais dez dias.

O objectivo é impedir que a administração retire equipamento ou produtos daquelas instalações, depois de já ter existido uma tentativa com essa finalidade.

Diversas empresas, pequenos estabelecimentos e associações da região envolvente à fábrica têm apoiado estas trabalhadoras, entregando bens alimentares, agasalhos e disponibilizando meios para que a vigilância decorra com as melhores condições possíveis.

Uma vez que as trabalhadoras se encontram com salários e subsídio de férias em falta, há funcionárias que estão a passar dificuldades. Nesse sentido, as trabalhadoras estão a apelar à contribuição de todos para a doação de bens alimentares que as possam ajudar a manter-se à porta da empresa durante a vigília, nomeadamente atum, salsichas, bolachas, leite, açúcar, café solúvel, queijo, fiambre, água e manteiga.

 

(Fotografia de uma das trabalhadoras em protesto)

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*