Mundo

Número de feridos sobe para 29 no incêndio e desabamento de edifício em Paris.

O edifício que, na quarta-feira, incendiou e desabou no centro de Paris, já conta com 29 feridos, 4 em estado muito grave e 2 desaparecidos.  

Segundo as autoridades existe a possibilidade de ter havido uma fuga de gás, que terá causado uma explosão e, consequentemente, o incêndio e desabamento do edifício.  

Laurent Núñez, chefe da polícia local, e Anne Hidalgo, autarca de Paris, visitaram o local e deram um balanço temporário, uma vez que a busca de possíveis vítimas permanece.  

O chefe da polícia local demonstrou-se bastante cauteloso em relação à origem do incêndio, apesar de Édouard Civel, o número dois da autarquia do distrito em que ocorreu o incidente, afirme que uma explosão de gás na praça Alfonse Laveran, distrito V da capital, tenha começado tudo.  

Élisabeth Borne primeira-ministra francesa, também avança com a tese de que foi uma fuga de gás.  

O Ministério Público anunciou a abertura de um inquérito às causas do incêndio e desabamento, apurando se terá havido alguma negligência ou se foram incumpridas regras de segurança. 

Esta explosão teve início por volta das 17h00 no horário local, tendo a polícia isolado a área, onde trabalhavam 267 bombeiros com 70 veículos. 

O prédio que desabou parcialmente ficava localizada a Paris American Academy, uma escola de design de moda, rua Saint Jacques. 

 

Partihar

NO AR
91.4 FM
COM IRIS FM