Mundo

Primeiro-ministro de Cabo Verde defende necessidade de transformar dívida externa em “capital climático”

O primeiro-ministro cabo-verdiano defendeu a necessidade de transformar a dívida externa do arquipélago em “capital climático”, para financiar a adaptação às alterações no clima, assumindo que já há uma estratégia delineada com o Governo português.

Com o arquipélago de Cabo Verde a viver uma seca severa há cerca de quatro anos, ainda a recuperar das consequências económicas da pandemia de covid-19 e enfrentando agora a escalada de preços, nomeadamente na energia, face à guerra na Ucrânia, Ulisses Correia e Silva explicou que “a transformação da dívida externa em capital climático e capital natural” é uma “ideia interessante” em que Cabo Verde está a trabalhar. De acordo com o primeiro-ministro de Cabo Verde, o processo para transformar parte da dívida externa em investimento e medidas para mitigar as consequências das alterações climáticas está mais avançado com Portugal, um dos credores do país.

Partihar

Uma Rádio Uma Região

Uma Rádio - Uma Região
A CARREGAR
Uma Região

Uma Rádio

RAIZES LUSITANAS Luis Bernardo

ÚLTIMAS MÚSICAS

C4 PEDRO - TUDO BEM
TUDO BEM C4 PEDRO
21:55
NUNO GUERREIRO - IR EM CANTIGAS
IR EM CANTIGAS NUNO GUERREIRO
21:52
ANA GOMES - CA DENTRO
CA DENTRO ANA GOMES
21:49
VADO MKA - SEGREDOS
SEGREDOS VADO MKA
21:45
RICARDO VELHO - BONITA
BONITA RICARDO VELHO
21:42
PEDRO FLORES - SAGITÁRIO
SAGITÁRIO PEDRO FLORES
21:39
TÁBUA RASA - CASA AO CONTRÁRIO
CASA AO CONTRÁRIO TÁBUA RASA
21:35