País

SEF já atribuiu mais de 40.000 proteções temporárias a pessoas que fugiram da guerra na Ucrânia

O SEF atribuiu até ao momento mais de 40.000 proteções temporárias a pessoas que fugiram da guerra na Ucrânia e comunicou ao Ministério Público a situação de 716 crianças que chegaram a Portugal sem os pais. Segundo a última atualização feita pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, desde o início da guerra, a 24 de fevereiro, Portugal concedeu 40.955 proteções temporárias a cidadãos ucranianos e a estrangeiros que residiam na Ucrânia, 26.220 dos quais a mulheres e 14.735 homens.

O SEF avança que o maior número de proteções temporárias concedidas continuam a ser em Lisboa, seguido de Cascais, Porto, Sintra e Albufeira. O SEF indica também que emitiu 36.994 certificados de concessão de autorização de residência ao abrigo do regime de proteção temporária. Este certificado, emitido após o Serviço Nacional de Saúde, Segurança Social e Autoridade Tributária terem atribuído os respetivos números, é necessário para os refugiados começarem a trabalhar e acederem a apoios.

Partihar

ANDERSON BRUFORD WAKEMAN E HOWIE QUARTET

ANDERSON BRUFORD WAKEMAN E HOWIE - QUARTET
A CARREGAR
QUARTET

ANDERSON BRUFORD WAKEMAN E HOWIE

BAR ABERTO Luis Bernardo

ÚLTIMAS MÚSICAS

ANDERSON BRUFORD WAKEMAN E HOWIE - QUARTET
QUARTET ANDERSON BRUFORD WAKEMAN E HOWIE
22:08
C4 PEDRO - TUDO BEM
TUDO BEM C4 PEDRO
21:55
NUNO GUERREIRO - IR EM CANTIGAS
IR EM CANTIGAS NUNO GUERREIRO
21:52
ANA GOMES - CA DENTRO
CA DENTRO ANA GOMES
21:49
VADO MKA - SEGREDOS
SEGREDOS VADO MKA
21:45
RICARDO VELHO - BONITA
BONITA RICARDO VELHO
21:42
PEDRO FLORES - SAGITÁRIO
SAGITÁRIO PEDRO FLORES
21:39