País Sociedade

Há quase quatro décadas que a mortalidade materna não era tão elevada

Close-up of pregnant woman touching her belly

Há quase quatro décadas que a mortalidade materna não era tão elevada. Dados do Instituto Nacional de Estatística revelam que, só em 2020, a taxa de mortalidade materna atingiu os 20,1 óbitos por 110 mil nascimentos devido a complicações da gravidez, parto ou puerpério, ou seja, o período que vai desde o nascimento até um mês e meio depois.

Este é o nível de mortalidade materna mais elevado em 38 anos. A Direção-Geral da Saúde, no entanto, reconhece o problema e adianta que os peritos das diversas áreas já estão à procura de respostas.

Partihar