IRIS FM
91.4 FM
Sociedade

PSP e GNR protestam hoje contra proposta do Governo do subsídio de risco

Treze sindicatos da Polícia de Segurança Pública e associações socioprofissionais da Guarda Nacional Republicana juntaram-se numa plataforma para exigir um subsídio de risco idêntico a outras forças e serviços de segurança, como os inspetores da Polícia Judiciária e do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. As concentrações estão marcadas para as 10h em frente ao Palácio da Ajuda, onde decorre a reunião do Conselho de Ministros, e às 18h, na Praça do Comércio, junto aos ministérios da Administração Interna e das Finanças, onde será entregue um memorando conjunto com as reivindicações. As três associações socioprofissionais da GNR e os 10 sindicatos da PSP consideram que o “valor da vida e integridade física” destes elementos das forças de segurança “não pode ser inferior ao de outras polícias” e recordam que as estatísticas indicam que a PSP e GNR “são as profissões em Portugal que mais mortes e agressões sofrem”. Este protesto, em que os organizadores apelam aos polícias para vestirem uma camisola preta, tem como objetivo manifestar o “completo desagrado com a proposta de suplemento de risco apresentado pelo Governo” e “sensibilizar a todos os cidadãos para a problemática” da remuneração dos polícias da PSP e militares da GNR. Estas estruturas já avançaram que serão intransigentes no valor de 430,39 euros e alegam que este montante já foi atribuído a outras polícias.

 

 

METEOROLOGIA

ESTÁ A OUVIR
91.4 FM
COM IRIS FM

Atualização Diária COVID-19