IRIS FM
91.4 FM
Mundo

OMS considera que “passaporte covid-19” discrimina países que continuam sem acesso a vacinas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considerou que o “passaporte covid-19”, que permite fazer viagens internacionais a quem esteja vacinado contra a doença, discrimina os países que continuam sem acesso a vacinas.

Segundo o diretor-executivo do Programa de Emergências em Saúde da OMS, Mike Ryan, que falava na videoconferência de imprensa regular da organização, em Genebra, na Suíça, impor no mundo a exigência da vacinação contra a covid-19 para quem pretenda viajar “aumenta a desigualdade para as pessoas e países que não têm acesso às vacinas”. De acordo com a OMS, os países mais pobres, em particular os do continente africano, continuam sem acesso a vacinas contra a covid-19, e por isso seriam prejudicados com o novo regulamento.

METEOROLOGIA

ESTÁ A OUVIR
91.4 FM
COM IRIS FM

Atualização Diária COVID-19