IRIS FM
91.4 FM
Sociedade

Alargamento da ajuda aos pais em vigor amanhã

OGoverno aprovou, na semana passada, em Conselho de Ministros, o alargamento da medida de apoio aos pais por causa do fecho das escolas. O diploma foi publicado esta segunda-feira em Diário da República e entra em vigor amanhã, terça-feira, dia 23 de fevereiro.

Na prática, há duas situações distintas: uma em que o apoio passa a ser pago a 100% e casos em que os pais podem trocar o teletrabalho pelo apoio.

“Perspetivando-se a continuação de suspensão das atividades letivas e não letivas presenciais, importa promover o equilíbrio entre trabalhadores no desempenho do apoio à família e reforçar as condições atribuídas na prestação de assistência a filhos, concretizando as situações em que, por necessidade de assistência à família, o trabalhador pode optar por não exercer atividade em regime de teletrabalho”, pode ler-se no diploma.

O decreto-lei entra em vigor no “dia seguinte ao da sua publicação”, o que significa que este alargamento estará operacional a partir de amanhã, terça-feira, dia 23 de fevereiro.

O apoio corresponde atualmente a dois terços da remuneração base do trabalhador, mas nos casos em que haja partilha do apoio entre os dois progenitores e também nas famílias monoparentais, o apoio passará a ser de 100%, sendo o diferencial financiado pela Segurança Social.

No caso de partilha entre os dois pais, a alternância deve ser semanal, sendo feita com base em declarações de compromisso dos progenitores, explicou a ministra do Trabalho, em conferência de imprensa, na quinta-feira.

Para este efeito, “o trabalhador declara perante a sua entidade empregadora, por escrito e sob compromisso de honra, que se encontra, respetivamente, numa das situações referidas”, pode ler-se no decreto-lei.

METEOROLOGIA

ESTÁ A OUVIR
91.4 FM
COM IRIS FM

Atualização Diária COVID-19