IRIS FM
91.4 FM
País

Sindicato pede avaliação dos jornalistas como trabalhadores essenciais

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) pediu ao Governo uma avaliação deste grupo profissional face à classificação de trabalhador essencial, tendo em conta que estes estão “na linha da frente” e trabalham em condições, cada vez mais, difíceis.

Sindicato dos Jornalistas pediu ao Governo uma avaliação dos/as jornalistas, enquanto grupo profissional, face à classificação de trabalhador/a essencial”, indicou, em comunicado, a estrutura.

O pedido foi enviado ao primeiro-ministro, António Costa, e à ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho.

No documento, o sindicato lembrou que os jornalistas estão “na linha da frente”, desde março do ano passado, para garantir o direito à informação e que trabalham em condições, “cada vez mais, difíceis e precárias”, agravadas pelo fecho das escolas.

Conforme sublinhou o SJ, a mobilização para o serviço, bem como a prontidão, “que tem que ser constante para responder a um desígnio constitucional e democrático”, dificulta que estes profissionais estejam em condições de prestar assistência a filhos ou outros dependentes.

Neste sentido, a estrutura sindical defendeu que esta classificação seria uma “medida justa e simples” para ajudar muitos profissionais, nomeadamente os casais de jornalistas, por exemplo, no acesso às escolas especiais, “que se mantêm abertas para receber os/as filhos/as dos/as trabalhadores/as essenciais”

METEOROLOGIA

ESTÁ A OUVIR
91.4 FM
COM IRIS FM

Atualização Diária COVID-19