IRIS FM
91.4 FM
Sociedade

ANACOM denuncia aumento das mensalidades e redução de qualidade nas telecomunicações

A Autoridade Nacional das Comunicações disse que a Meo, NOS e Vodafone Portugal aumentaram as mensalidades das ofertas de serviço triplo em 3,3% e, “simultaneamente”, assistiu-se a uma “redução da qualidade”. A Anacom aponta que, “na sequência deste aumento de preços, que surge ao mesmo tempo e na mesma proporção, e que é muito superior à taxa de inflação, a mensalidade mais baixa das suas ofertas sobe para 31 euros”, salientando que desde 2018 que “não existem diferenças nas mensalidades deste tipo de ofertas, que incluem Internet fixa, telefone fixo e televisão por subscrição”.

“Em simultâneo com o aumento de preços, registou-se também uma redução da qualidade deste tipo de ofertas nos três operadores, visto que a velocidade de ‘download’ anunciada baixou de 100 Mbps para 30 Mbps”, refere a Anacom. A Autoridade salienta ainda que “os preços destas ofertas já comparavam desfavoravelmente com a média internacional”. Em nota, a Altice Portugal, responsável pela MEO destacou que estes dados divulgados pela ANACOM “são apenas mais uma clara tentativa do Regulador em denegrir o setor”.