IRIS FM
91.4 FM
Mundo

Argentina anuncia fim da “quarentena eterna” em Buenos Aires

O Presidente argentino anunciou o fim da chamada “quarentena eterna” na região de Buenos Aires, mas manteve o isolamento em outras dez províncias, apostando na “epopeia do fim do vírus”, a partir de dezembro, com a vacina russa.

É hora da área metropolitana de Buenos Aires, que está em isolamento obrigatório desde o primeiro dia, agora passe a uma fase de distanciamento social”, anunciou o presidente Alberto Fernández a partir da residência oficial.

“Na área metropolitana de Buenos Aires, estamos com oito semanas consecutivas de queda nos contágios. A quantidade de casos é menos da metade do que era há oito semanas”, explicou Fernández para justificar o fim da “quarentena eterna” a partir de segunda-feira, depois de 233 dias de isolamento (desde 20 de março), naquela que é considerada a mais prolongada quarentena do mundo.

No entanto, o Presidente deixou claro que “o problema não está superado” e que o fim do isolamento na região mais importante do país, que envolve a capital argentina e mais dez municípios vizinhos, num total de 16 milhões de pessoas, não significa que tenham acabado todas as restrições.