IRIS FM
91.4 FM
Economia

DECO recolhe assinaturas contra comissões bancárias

A Deco está a recolher assinaturas para pedir ao parlamento a proibição da comissão bancária de processamento de prestação para todos os contratos, considerando uma “desigualdade gritante” que seja só para créditos a partir de 01 de janeiro próximo. Em julho, o parlamento aprovou mudanças na lei sobre comissões bancárias, proibindo algumas comissões e limitando outras.

Quanto à cobrança da comissão de processamento da prestação dos créditos, esta foi proibida, mas apenas para os novos contratos celebrados a partir da data de entrada em vigor da lei, ou seja, 01 de janeiro de 2021. Assim, os milhões de consumidores com um contrato de crédito em vigor antes dessa data continuarão a pagar essa comissão e a estar sujeitos a eventuais aumentos de preçário decididos pelos bancos.