IRIS FM
91.4 FM
Mundo

Covid-19: Médico recorda semanas em coma

Antoine Sassine ficou em coma induzido três semanas devido à Covid-19.

O urologista belga partilhou a sua experiência, que descreve como “incrível”.

“Achei que ia morrer”, começou por dizer Antoine Sassine à Reuters, ainda deitado na cama de um hospital, na Bélgica.

O médico, de 58 anos, e toda a sua equipa foram diagnosticados com o novo coronavírus, tendo ele sido admitido na Unidade de Cuidados Intensivos quando os seus sintomas pioraram.

Sassine foi colocado em coma induzido, mas diz que, durante esse tempo, tinha consciência do seu desejo em combater a doença e viu o seu falecido pai.

“Vi o meu pai, que morreu há quatro anos. Falei com ele”, salientou.

Na passada terça-feira, Antoine Sassine acordou do coma e revela que a sua maior alegria foi quando viu os amigos. “Foi indescritível.”

Agora, o médico mostra-se ansioso por abraçar a família, que não vê desde que foi diagnosticado, e recuperar em casa.

O primeiro caso na Bélgica foi identificado a 4 de fevereiro, mas só começaram a ser recolhidos dados em todos os hospitais a 15 de março.