IRIS FM
91.4 FM
Economia País

Combate à corrupção no setor público em Portugal sem avanços

Não se registaram melhorias no combate à corrupção no setor público em Portugal. Esta é a conclusão do Índice de Percepção da Corrupção elaborado pela organização não-governamental da Transparência Internacional e que foi divulgado em Berlim, na Alemanha. Face ao ano passado, Portugal perdeu dois pontos, passando de 64 para 62. Mas apesar de manter a 30.ª posição entre os 180 países considerados no ranking continua abaixo da média europeia. Em 2017, Portugal tinha uma pontuação de 63 pontos e estava na 29.ª posição.

Considerando apenas a UE, Portugal é o 13.º Estado-membro com menos corrupção entre os 28 (o Reino Unido ainda figura nos dados, apesar do ‘Brexit’), ficando assim a meio da tabela. O relatório não refere no entanto, casos específicos de corrupção em Portugal. Os Estados-membros considerados menos corruptos são a Dinamarca (87 pontos), a Finlândia (86 pontos) e a Suécia (85 pontos). No extremo oposto, existe mais corrupção no setor público na Bulgária (43 pontos), Roménia (44 pontos) e Hungria (também 44 pontos).