IRIS FM
91.4 FM
Sem categoria

Economia chinesa mantém sua estabilidade

A Administração Estatal de Estatísticas da China publicou hoje (16) os dados mais recentes sobre a economia chinesa, mostrando que a situação econômica do país continua estável.

Primeiro, o emprego da China é estável. Nos primeiros 11 meses deste ano, houve um aumento de 12,79 milhões de empregos nas zonas urbanas. A previsão é que até o final deste ano, o país tenha mais de 13 milhões de novos empregos. Será o sétimo ano consecutivo que o aumento de empregos da China atingirá esta cifra. O emprego é a base da vida do povo e do crescimento econômico da China.

Segundo, o comércio exterior e os investimentos estrangeiros são estáveis. Até novembro, o valor total das exportações e importações da China aumentou 2,4% comparado com o mesmo período do ano passado, entre os quais, o valor comercial com os países da ASEAN cresceu 12,7% e com os países envolvidos no Cinturão e Rota expandiu 9,9%.

Além da estabilidade, a economia chinesa continua melhorando sua estrutura. A demanda interna desempenha um papel cada vez maior no impulso do crescimento econômico da China. Nos primeiros 11 meses, o investimento nos ativos fixos aumentou 5,2% e o valor total das vendas em varejo de artigos de consumo cresceu 8% em comparação com o mesmo período do ano passado. Isso demonstra que o crescimento da economia chinesa depende mais do seu grande mercado interno.

Atualmente, os chineses prestam mais atenção à qualidade dos artigos de consumo e aos serviços. As estatísticas revelam que o consumo dos serviços já ocupa cerca de 50% do consumo total dos habitantes chineses.

A estrutura industrial da China continua melhorando também. Em novembro, as indústrias de altas tecnologias e a manufatura de equipamentos aumentaram 8,9% e 8,5% respectivamente. Os serviços modernos, tais como, tecnologias de informações, softwares e aluguel comercial, aumentaram notavelmente.

Sob o contexto da desaceleração econômica mundial, não é fácil para a China conseguir um resultado econômico tão bom. Isso é por causa dos grandes recursos humanos e das políticas adotadas pelo governo chinês.

Neste ano, a China já diminuiu mais de dois trilhões de yuans de impostos. Além disso, o país não parou de lançar medidas para facilitar o comércio. Nos primeiros dez meses, quase 20 mil novas empresas foram criadas no país diariamente.

Todos os fatos demonstram mais uma vez que a economia chinesa mantém a estabilidade e a boa tendência de desenvolvimento a longo prazo.

Tradução: Luís Zhao

Revisão: Gabriela Nascimento