IRIS FM
91.4 FM
Mundo

Prosperidade e estabilidade dissipam terrorismo em Xinjiang

A Câmara dos Deputados dos EUA aprovou recentemente o chamado “Projeto de Lei de Política dos Direitos Humanos de Uigur 2019”, difamando os esforços envidados pela China na luta contra o terrorismo e o extremismo, e criticando de forma mais maligna as políticas da China sobre a governança em Xinjiang. Entretanto, a estabilidade e a prosperidade sem precedentes em Xinjiang são a melhor refuta das mentiras dos EUA.

Desde a década 90 do século passado, as forças separatistas, extremistas e terroristas planejaram e cometeram milhares de casos violentos e terroristas, prejudicando a ordem social da região e destruindo os direitos humanos básicos da população.

Aprendendo com as experiências da luta antiterrorista de outros países, a China tem tomado uma série de medidas preventivas antiterroristas em Xinjiang. O estabelecimento do Centro de Capacitação Profissional em Xinjiang tem como objetivo de resgatar as pessoas influenciadas pelo terrorismo e extremismo, assim como ajudá-las a obter técnicas para sustentação própria na sociedade.

Através das medidas efetivas, nos últimos três anos, não foi registrado nenhum caso de terrorismo e violência, garantindo assim os direitos de vida e desenvolvimento de todas as etnias vivendo na região. Nos primeiros dez meses deste ano, 200 milhões de visitantes estiveram em Xinjiang, o que é a melhor prova da estabilidade da região.

Xinjiang tem pela frente o melhor período de desenvolvimento. O PIB da região em 2018 foi 200 vezes mais do que o de 1952. Mais de 2,3 milhões de pessoas saíram da pobreza entre 2014 e 2018. Além disso, a cultura e a religião de Xinjiang têm plena proteção, e o idioma étnico de Xinjiang é amplamente usado nos setores de legislação, administração, educação e imprensa.

A estabilidade e a prosperidade de Xinjiang não são um trabalho facilmente alcançado. E a situação pacífica da região não permite a interferência de nenhum país ou força externa. Uma Xinjiang estável e próspera beneficiará mais de 25 milhões de pessoas locais, e, com certeza, dissipará a nuvem de terrorismo e extremismo.

Tradução: Xia Ren

Revisão: Gabriela Nascimento