IRIS FM
91.4 FM
Mundo

China mantém atração ao investimento estrangeiro

A Feira Internacional 2019 de Investimento e Comércio da China (CIFIT, na sigla em inglês) está sendo realizada em Xiamen. Apenas no Congresso de Investimento no Cinturão e Rota, realizado no dia 8, foram assinados contratos com investimento estrangeiro em um total de US$29,5 bilhões. A Organização das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) publicou a edição oficial em chinês do Relatório de Investimento Mundial 2009 durante a Feira de Xiamen. O documento indica que, em 2018, o investimento direto estrangeiro desacelerou no mundo pelo terceiro ano consecutivo. Nesse contexto internacional, a China continua sendo um destino bastante procurado pelo investimento global.

A forte atração da China atribui-se ao gigante mercado, cadeia industrial completa, recursos de mão de obra ricos e rede de infraestrutura e logística desenvolvida. Em meio a população de 1,4 bilhão de pessoas do país, 400 milhões estão na faixa de renda média. O grande potencial de mercado e a escalada na demanda de consumo tornam a China mais atraente. Além disso, a China é o único país que possui todas as categorias industriais definidas pela ONU, pode fornecer as cadeias completas de produção e abastecimento para empresas estrangeiras com baixo custo empresarial.

A atração pela China também consiste na sua determinação em sempre expandir a abertura e melhorar o ambiente de negociações. O relatório da ONU ressalta que, em 2018, 55 economias publicaram políticas relacionadas ao investimento, 34% das quais são restrições ou regularizações para o investimento estrangeiro. Ainda assim, a China continuou a ampliar a abertura. O país reduziu ainda mais as Medidas de Administração Especial para a Admissão de Investimentos Estrangeiros (Lista Negativa), lançou a Lei do Investimento Estrangeiro, construiu seis novas zonas de livre comércio, e promoveu experiências nas zonas de livre comércio em todo o país.

Nos primeiros sete meses, o uso de investimento estrangeiro na China aumentou 7,3% em relação ao mesmo período de 2018. A Feira de Xiamen atraiu empresários de 130 países e regiões.

Tradução: Florbela Guo

Revisão: Gabriela Netto