Empregadores portugueses são os menos escolarizados da UE

Em cada 100 empregadores portugueses, 55 não têm o ensino secundário ou superior. Este número coloca Portugal no topo da lista de países onde os patrões têm menos formação. Logo a seguir surgem Malta, Espanha, Itália e Grécia. Na União Europeia, a média é de 16,6%. Os números fazem parte do Retrato de Portugal na Europa, apresentado esta terça-feira pela Pordata.

Os números mostram também que 43,3% dos que trabalham por conta de outrem não têm mais do que o 9.º ano. À semelhança do que acontece com os dados relativos aos empregadores, os primeiros lugares são ocupados por Malta, Espanha e Itália. A média europeia ronda os 16%, indicam os dados publicados pelo Eurostat a partir dos Inquéritos ao Emprego nos Estados-membros.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*