Comentário: China refuta pretextos norte-americanos para desencadear a guerra comercial

Nos últimos meses, os Estados Unidos não pararam de divulgar suas razões para cobrar altas tarifas aos produtos importados da China. Tais razões incluem principalmente os grandes déficits, a violação da propriedade intelectual e a transferência obrigatória de tecnologias.

O Ministério do Comércio da China publicou no dia 12 uma declaração, refutando todos os pretextos dos EUA para desencadear a guerra comercial. Primeiro, as taxas de depósito nos EUA são quase as menores do mundo e os norte-americanos têm o costume de consumir com antecipação e não fazer depósitos. Os EUA precisam de déficits comerciais multilaterais para atrair investimentos estrangeiros. Além disso, devido à posição de moeda internacional do dólar, os EUA podem roubar recursos e mercadorias de outros países por meio da emissão descontrolada de suas moedas. Assim, os grandes déficits não naturais.

Segundo, a China já tem um sistema legislativo e jurídico completo sobre a proteção da propriedade intelectual. Em 2017, os chineses solicitaram 51 mil patentes à Organização Mundial da Propriedade Intelectual, ficando no segundo lugar do planeta. Agora, a China preocupa-se com a violação de outros sobre suas propriedades intelectuais.

Terceiro, a transferência obrigatória de tecnologias é plenamente um boato. Nos últimos 40 anos, a China nunca assinou nenhum acordo forçado de transferência de tecnologias com ninguém.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*